Infertilidade: Conheça Algumas Causas Comuns

De endometriose até baixa contagem de espermatozoides, as causas de infertilidade podem ser diversas. Leia o artigo para entender mais sobre o assunto e conhecer maneiras de enfrentar esse desafio.

Compartilhe este post

O desejo de formar uma família é uma das aspirações mais profundas e significativas da vida para muitas pessoas. No entanto, para alguns casais, esse sonho pode se tornar um desafio devido à infertilidade. Entender as causas por trás dessa dificuldade de conceber é o primeiro passo para enfrentar o problema com conhecimento e esperança.

Neste artigo, vamos explorar algumas das causas mais comuns de infertilidade que afetam homens e mulheres em todo o mundo. Vamos também abordar as opções de tratamento disponíveis, afinal, o conhecimento é a ferramenta mais poderosa para trazer clareza para quem busca realizar esse sonho. Boa leitura!

O que é infertilidade?

Primeiramente, é importante entender o que é infertilidade, já que não é incomum que algumas pessoas, após 2 ou 3 meses de tentativas sem sucesso, já se angustiem pensando na possibilidade. 

Na verdade, a infertilidade é definida como a incapacidade de conceber após um ano, para mulheres abaixo dos 35 anos, e após 6 meses, para mulheres acima dos 35 anos, de relações sexuais regulares sem o uso de métodos contraceptivos. Essa condição pode afetar homens e mulheres, e em alguns casos, ambos os parceiros.

É relevante observar, ainda, que a infertilidade não é apenas a incapacidade de conceber, mas também a incapacidade de levar uma gravidez a termo. Isso significa que uma mulher pode engravidar, mas ter dificuldades em manter a gestação, o que também é considerado um aspecto da infertilidade.

Conheça causas comuns de infertilidade

Já está tentando engravidar há cerca de um ano/6 meses e não consegue? É a hora de procurar um especialista no assunto! De qualquer forma, vamos listar aqui algumas das causas mais comuns de infertilidade, para que você reúna conhecimento sobre o assunto:

Endometriose

Na endometriose, o tecido que reveste o útero (endométrio) cresce de maneira desordenada para fora do órgão, se expandindo comumente para as trompas de Falópio, ovários ou outras áreas próximas. Isso pode levar a cicatrizes, aderências e inflamação, o que pode prejudicar a função normal dos órgãos reprodutivos.

Disfunção ovulatória

A ovulação irregular ou ausente pode ser causada por desequilíbrios hormonais, como na síndrome dos ovários policísticos (SOP). A SOP é caracterizada por um conjunto de sinais e sintomas que podem impactar no sucesso gestacional, dentre esses sinais e sintomas estão: alteração no padrão do ciclo menstrual, acne, aumento da pilificação, obesidade e, então, infertilidade.

Problemas uterinos

Anormalidades no útero, como miomas (tumores não cancerosos) uterinos, pólipos (crescimentos benignos) ou aderências (cicatrizes), podem interferir na implantação adequada do embrião ou no desenvolvimento saudável da gravidez.

Baixa contagem ou baixa qualidade do esperma

A baixa contagem de espermatozoides pode ser causada por vários fatores, como problemas de produção nos testículos, obstruções nas vias de transporte do esperma ou problemas genéticos que afetam a produção ou a função dos gametas.

Além disso, a morfologia e motilidade dos espermatozoides são importantes para a fertilização, e anormalidades nessas características dificultam a capacidade do gameta de fecundar o óvulo com sucesso.

Idade avançada

Tanto em homens quanto em mulheres, a idade pode afetar a fertilidade. Nas mulheres, a qualidade e quantidade de óvulos diminuem com a idade, enquanto nos homens, a produção de esperma pode ser afetada, aumentando o risco de problemas de fertilidade.

Estilo de vida

Fatores relacionados ao estilo de vida, como tabagismo, consumo excessivo de álcool, obesidade e exposição a substâncias tóxicas, como produtos químicos industriais, podem afetar negativamente a fertilidade em ambos os sexos, reduzindo a qualidade dos óvulos e espermatozoides.

Como superar a infertilidade: conheça os métodos de reprodução assistida

Embora a infertilidade represente um grande desafio emocional e físico para muitos casais, os avanços na ciência médica oferecem soluções muito promissoras para superar essas dificuldades. Os métodos de reprodução assistida são técnicas bastante eficazes que ajudam a possibilitar a concepção quando a gravidez natural é difícil ou até mesmo impossível. 

Os métodos mais comumente utilizados são:

  • inseminação intrauterina, que coloca os espermatozoides diretamente no útero durante o período fértil da mulher, aumentando as chances da fecundação;
  • fertilização in vitro (FIV), que envolve a coleta do óvulo e sua fertilização com espermatozoides em ambiente laboratorial controlado para depois transferir o embrião para o útero.

Leia também: Fertilização In Vitro e Inseminação Artificial: Entenda a Diferença 

Em paralelo a esses procedimentos, pode-se contar também com alternativas como a doação de espermatozoides ou de óvulos e, ainda, optar pelo congelamento de óvulos como uma forma de preservação da fertilidade para mulheres que desejam adiar a gravidez. 

Quer entender mais sobre o assunto? Então aproveite para ler o nosso artigo completo sobre as opções de métodos de reprodução assistida e suas particularidades!

Equipe

Por Equipe Vida Bem Vinda

24 de maio de 2024
Compartilhe este post

Deprecated: O arquivo Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/storage/c/0e/98/vidabemvinda1/public_html/wp-includes/functions.php on line 6085

Os comentários estão desativados.

Artigos relacionados