16 de dez de 2021

Conheça Os Tipos De Endometriose

Veja no artigo quais são os tipos de endometriose e como tratar os sintomas, incluindo a infertilidade que ela pode causar nas mulheres.

Compartilhe este post

A endometriose é uma doença inflamatória que ocorre quando as células que formam o endométrio começam a crescer além dos limites da cavidade uterina, podendo alcançar as tubas, bexiga, ovários e intestino. Sendo assim, existem diferentes sintomas e tipos de endometriose, como a superficial ou peritoneal, ovariana e a profunda infiltrativa. 

Neste artigo, vamos apresentar mais detalhes sobre essa condição e alguns tratamentos possíveis. Continue lendo para saber mais! 

Quais são os principais tipos de endometriose?

Os tipos de endometriose são classificados de acordo com a localização dela no organismo, com a profundidade e a extensão. Por localização é possível identificar a: 

  • endometriose ovariana;
  • endometriose peritoneal;
  • endometriose uterina (adenomiose);
  • e a endometriose intestinal. 

Por extensão, a doença também é dividida em:

  • endometriose mínima, conhecida como estágio 1;
  • leve, que é o estágio 2;
  • moderada, que é o estágio 3;
  • endometriose avançada, que é o estágio 4.

Outra forma de classificar a endometriose é de acordo com a profundidade que ela penetra os órgãos e nos tecidos. Portanto, se ela atinge pouco — até 5 m de profundidade — ela é considerada endometriose superficial. Se ela atinge mais, é considerada profunda.

Quais os tipos de endometriose mais graves?

Um detalhe importante é que a gravidade da doença não é relacionada ao tipo (localização, profundidade, etc). Outro ponto relevante é que a endometriose não traz risco de morte. O principal fator para determinar o que deve ser feito em termos de tratamento está mais relacionado aos sintomas que a paciente tem.

Por exemplo: uma mulher pode ter endometriose avançada e profunda, mas se não sentir nenhum desconforto, a doença pode ser acompanhada sem necessidade de qualquer intervenção Porém, se uma outra paciente tiver a doença superficial, mas sentir muitas dores, ela precisará de tratamento, clínico ou eventualmente, cirúrgico. 

Quais são os sintomas da endometriose? Como identificar e quando é indicado procurar ajuda médica?

A endometriose também é conhecida como doença dos seis Ds, pois os seus sintomas envolvem: 

  1. dor (cólicas) na menstruação, também conhecida como dismenorreia; 
  2. dor para te relação sexual, também conhecida com dispareunia;
  3. dor pélvica crônica, que não tem a ver com menstruação ou relação, que dura meses;
  4. dor ou dificuldade para urinar e alguns sintomas que parecem infecção urinária, de maneira cíclica (fica voltando todo mês);
  5. dor ou dificuldade para evacuar, igual ao anterior, mas relacionado ao intestino, que fica muito preso ou muito solto. 
  6. dificuldade para engravidar – infertilidade

Esses são os principais sintomas da endometriose. 

Quais são os tratamentos para a endometriose?

Os tratamentos para endometriose dependem muito dos sintomas. Isso porque algumas pessoas são assintomáticas — não sentem dor ou qualquer tipo de alteração — e não precisam fazer nenhum tratamento. Em outros casos, é possível tratar com medicamentos, analgésicos, anti-inflamatórios e hormônios. 

A dor também pode ser tratada com cirurgia em casos que não melhoram com o tratamento clínico. É importante lembrar, que o estilo de vida (alimentação, atividade física e qualidade do sono) são pontos cruciais no tratamento.

Para as pacientes que têm infertilidade e que desejam gravidez, um dos tratamentos é a reprodução assistida: inseminação artificial,  fertilização in vitro ou indução da ovulação.  Para quem não tem desejo reprodutivo imediato, mas sonha em ser mãe no futuro, é importante discutir com o médico sobre o congelamento de óvulos, pois  a endometriose é um fator de risco para infertilidade e redução acelerada do estoque de óvulos. 

Todos esses tratamentos são fornecidos na clínica VidaBemVinda. Quer saber mais sobre como podemos ajudar em casos de endometriose ou outros casos que levam à infertilidade? Agende um atendimento!

Compartilhe este post

Artigos relacionados