25 de out de 2021

O Que É E Para O Que Serve A Laparoscopia Ginecológica?

Descubra neste artigo o que é laparoscopia e a robótica e como essas técnicas cirúrgicas minimamente invasivas podem auxiliar mulheres com problema de fertilidade!

Compartilhe este post

A laparoscopia ginecológica é um tipo de cirurgia moderna, que evoluiu bastante nas últimas décadas. A grande vantagem dessa técnica é que ela é pouco invasiva e gera imagens em alta definição para o cirurgião, aumentando a eficiência de todo o procedimento. Continue no texto para entender mais sobre o assunto!

O que é laparoscopia ginecológica?

A laparoscopia ginecológica é uma técnica de cirurgia minimamente invasiva utilizada para realizar cirurgias diversas na ginecologia. Esse tipo de procedimento é feito através de pequenas incisões ─ de 5 a 12 milímetros ─ no abdome.

Dessa forma, utilizamos um trocarte, que é uma espécie de tubo delicado, e insufla gás carbônico para expandir a cavidade abdominal. Pelo umbigo, usamos uma ótica com câmera, que nos permite  visualizar todos os órgãos da região e realizar o procedimento proposto. Recentemente, a tecnologia avançou com as plataformas de cirurgia robótica, que são laparoscopias com assistência de braços robóticos.

A vantagem de utilizar a laparoscopia ou robótica é que os resultados obtidos são melhores para a maioria das doenças ginecológicas (ex: endometriose, miomas, gestação ectópica etc), o risco de infecção é menor, o controle de sangramento é mais efetivo e conseguimos realizar o procedimento com muito mais precisão, quando comparado aos métodos convencionais, a olho nu. Por todos esses motivos, a laparoscopia é tida como uma cirurgia padrão-ouro na nossa área.

Aqui na VidaBemVinda, a maioria dos procedimentos são realizados utilizando a laparoscopia ou robótica, gerando eficiência no tratamento das nossas pacientes.

A recuperação dos procedimentos cirúrgicos feitos por laparoscopia geralmente é mais rápida, exatamente por ser uma técnica minimamente invasiva. Contudo, depende do tipo de cirurgia que foi feita.

Por exemplo, em casos de endometriose leve, a paciente fica apenas um dia internada e cerca de uma semana em repouso em casa. Após esse período, já é possível voltar ao trabalho. Para retornar às atividades físicas, o recomendado é esperar cerca de um mês. Outras cirurgias, como miomectomias extensas e endometriose profunda infiltrativa, demandam mais tempo de internação e recuperação.

Algumas cirurgias não requerem que a paciente faça abstinência sexual. Por outro lado, algumas requerem dois meses sem relações, como é o caso da retirada de útero (histerectomia total). 

Como a laparoscopia ginecológica pode auxiliar mulheres com problemas de fertilidade?

A laparoscopia ginecológica pode ser utilizada para tratamento de miomas, endometriose e hidrossalpinge. Todas essas condições podem comprometer a fertilidade feminina e o tratamento cirúrgico pode ajudar na chance de gravidez.

A taxa de sucesso após a laparoscopia ou robótica depende de diversos fatores, como idade da mulher, qualidade do sêmen, doença tratada na cirurgia, qualidade da pelve, tempo de infertilidade, entre outros.Para entender melhor sobre o seu caso, fale com um especialista da VidaBemVinda!

Compartilhe este post

Artigos relacionados